Total de visualizações de página

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

O amante

"Noel iniz Ve Yeni Yiliniz Kutlu Olsun!"

Isso equivale a mais ou menos um "Desejo um feliz natal!! a todos vocês e um feliz ano novo!!!
Não a piada de hoje não vai ser de Turco e muito menos ao vivo, em breve falaremos disso.
Que vontade de me enforcar num pé de cebola, hoje eu tenho que fazer uma recuperação de matemática por um ponto, eu precisava de 7 e tirei 6, e o mais legal, um erro meu, (-64+1) adivinhem, -64, nananana e a resposta da conta inteira era -63, e eu cheguei até lá certo e errei isso, faz parte... Pior foi um colega, que está prestes a se formar, ele precisava de 4 pontos nessa mesma prova e fez 4 questões que valiam um ponto e entregou a prova e foi em bora todo se achando... Sabem daquele ditado neh, " se achou perdeu" e adivinhem, ele tirou 3.5 na prova e ficou de recuperação..... kkkkkkkkhehehehehheehhehehhahahhahhahhaahahha Quem nunca passou por isso neh?

Então voltando ao assunto, a piada de hoje eu já tinha ouvido outra vez e hoje compartilharei-a com você, meu e minha fiel leitor(a); boa leitura e até mais. Pode continuar rindo desse meu colega, ele merece. kkkhehehehahaha


Uma dona de casa recebe seu amante todo dia em sua casa, à tarde, enquanto o marido trabalha. Durante suas safadezas, deixa o filhinho de nove anos trancado no armário do quarto. Certo dia, o marido chegou em casa e o amante de sua mulher ainda estava lá. Então trancou o amante no armário, junto com o filho. Ficaram lá um tempo, até que o menino falou ao dito cujo:
— Escuro aqui, não?
— É, está.
— Tenho uma bola de baseball.
— Que legal!
— Quer comprá-la?
— Não!
— Meu pai está lá fora!
— Quanto quer pela bola?
— R$ 25,00.
— Toma.
Uma semana depois, o marido torna a chegar cedo. O amante de sua esposa está na casa dele novamente. O menino e o amante vão para o armário. Eles ficam lá em silêncio, até que o menino fala à peça:
— Escuro aqui, não?
— É, está.
— Tenho uma luva de baseball.
— Que bom.
— Quer comprar?
O homem, lembrando-se da outra semana:
— Claro, quanto é?
— R$ 75,00.
— Aqui está.
No fim-de-semana, o pai chama o filho:
— Pega a bola e a luva e vamos jogar.
— Não dá, pai, vendi tudo.
— Vendeu?!
— Por quanto?
— R$ 100,00.
— Filho, você não pode ficar enganando seus amigos assim. Em lugar algum a gente paga tanto por isso. Vou levá-lo, agora, ao padre, para que se confesse.
Chegando à igreja, o menino entra na portinha, ajoelha-se e aguarda a chegada do vigário. Uma janelinha se abre, para que o padre possa ouvi-lo:
— Meu filho, não tema a Deus! Confesse-Lhe e Ele o perdoará. Qual o seu pecado?
— Escuro aqui, não?!
— Não vá começar com essa merda de novo!

Um comentário:

  1. me parece de ja ter ouvido esta piada ou melhor lido ou não??

    ResponderExcluir